• 14-JUL-2016

Escola itinerante fala sobre o problema da poluição dos oceanos

- Ação de limpeza na praia de Icaraí, em Niterói, marcou o lançamento da Parley Ocean School, escola itinerante de educação ambiental da Parley for the Oceans e Projeto Grael –

- A iniciativa tem apoio da adidas e circulará em escolas e pontos turísticos de Niterói e Rio de Janeiro –

- Cerca de 5 mil pessoas serão impactadas até setembro -  

Niterói, 14 de julho de 2016 – Cerca de 8 milhões de toneladas de lixo plástico são lançadas todos os anos nos oceanos. Esses resíduos, além de impactar drasticamente a vida marinha, tiram da sociedade os espaços para o esporte. Para mudar este cenário, a Parley for the Oceans (entidade global voltada à causa dos oceanos) e o Projeto Grael (ONG dos irmãos Lars e Torben Grael, que trabalha a educação por meio do esporte) lançam a iniciativa Parley Ocean School no Rio de Janeiro. 

O projeto é uma escola itinerante que tem objetivo de conscientizar sobre o problema da poluição dos oceanos e, mais do que isso, engajar jovens, crianças e adultos em ações e hábitos para reverter esse cenário. Ela circulará até setembro por escolas públicas e pontos turísticos do Rio e de Niterói, apresentando vídeos e conteúdos explicativos. A expectativa é impactar pelo menos 5 mil pessoas.

O lançamento aconteceu hoje na Praia de Icaraí, em Niterói, em um evento que reuniu mais de 100 crianças. Elas participaram de uma oficina interativa e educativa sobre o lixo nos oceanos. Durante a ação também ajudaram a limpar a praia, colaborando para a coleta seletiva de Niterói. No final de julho, elas terão a oportunidade de praticar atividades físicas com materiais esportivos produzidos através de resíduos reciclados, fruto de uma parceria com a WiseWaste, empresa especializada em criar soluções em Logística Reversa.

"O problema do plástico nos oceanos é global: o lixo que para aqui na Baia de Guanabara vai para outras praias também, outros mares.  Por isso é importante unir esforços e integrar experiências, como as da Parley, do Projeto Grael e da adidas. E multiplicar as soluções pelas crianças, que tem o poder de transformação”, afirma Thiago Marques, coordenador de Meio Ambiente do Projeto Grael. 

"Estamos muito entusiasmados com a parceria com o Projeto Grael e com o lançamento da Parley Ocean School no Rio: esse é o kick off de uma iniciativa global para motivar e engajar a próxima geração de guardiões do oceano. Juntos podemos acabar com a poluição de plástico do oceano", afirma Cyrill Gutsch, fundador da Parley for the Oceans. 

O evento contou com a presença do iatista Torben Grael, que comentou sobre o papel das crianças para mudar essa realidade: “Se nós ensinamos desde cedo que a sustentabilidade é um assunto que deve ser levado a sério, a preservação se torna algo natural e conseguimos reverter o problema”.

adidas e Parley for the Oceans

Desde abril de 2015, a Parley for the Oceans conta com uma importante aliada – a adidas. Fundamentada em três pilares (comunicação e educação, pesquisa e inovação e ações diretas contra a poluição dos oceanos por resíduos plásticos) a parceria é um exemplo da abordagem do Grupo adidas em relação à inovação com base em projetos abertos, cujo objetivo é colaboração, busca de financiamento coletivo para iniciativas sustentáveis e construir conjuntamente o futuro da indústria.

Como membro fundador, a adidas apoia a Parley for the Ocean em seus esforços para conscientizar sobre a causa, bem como no Ocean Plastic Program (Evitar, Interromper e redesenhar) que tem como interesse acabar com a poluição de plásticos no oceano.

Essa colaboração, entre outras, acelerará a criação de produtos inovadores e a integração de materiais fabricados a partir do uso de resíduos plásticos dos oceanos na oferta de produtos da marca adidas a partir de 2016.

Um exemplo de sucesso é o desenvolvimento de um tênis de corrida produzido com resíduos plásticos retirados das áreas costeiras das Maldivas e redes de pesca ilegal. O protótipo, apresentado em 2015, já se transformou em realidade: ainda no segundo semestre o tênis passará a ser comercializado.

Com isso, a adidas se tornou a primeira marca a criar um tênis premium feito com fios e filamentos recuperados e reciclados a partir de resíduos do oceano e redes de pesca ilegais. O tênis ilustra a direção que a adidas está tomando, em parceria com a Parley for the Oceans, para a criação de produtos prontos para o consumidor feitos a partir de plástico do oceano.